Checklist de maio e mais uma reflexão sobre ser grato

 

hello (1)

Maio chegou. Isso quer dizer que faltam 31 dias para junho, ou seja, para finalizarmos o primeiro semestre de 2018. O ano está passando muito rápido ou a gente não está controlando nossa vida? É uma coisa a se pensar. rsrs Mas, vamos ao checklist de maio:

Coisas a fazer durante o mês:

  • Revisar objetivos para 2018 para ver o que ainda pode ser concluído até o meio do ano;
  • Separar roupas, acessórios e objetos para doação;
  • Montar a lojinha de desapegos;
  • Dar massagem no cabelo todos os fins de semana;
  • Anotar todos os gastos do mês;
  • Não tomar refrigerantes este mês;
  • Movimentar a conta do Mimorize;
  • Fazer cartões de visitas;
  • Pensar em uma nova decoração do quarto sem gastar;
  • Começar a montar meu portfólio.
  • Exercitar minha gratidão.

E agora, para finalizar, me deu vontade de escrever um pouco sobre gratidão. É muito legal a gente ter objetivos e metas, mas é tão bom reconhecer as coisas boas que temos na nossa vida e ser grato por isso. Estou falando isso porque hoje, nesse feriado de 1º de maio, acordei com uma notícia triste de que um prédio ocupado por famílias do centro de SP pegou fogo e entrou em colapso. Ao ver as imagens na TV e na internet, comecei a pensar em quão grata eu preciso ser, por ter minha casa, minha saúde, ter condições de correr atrás das coisas, poder estudar, ter comida e conforto. Pensar que existem milhões de pessoas que não possuem nada, e continuar reclamando da minha vida, é no mínimo egoísmo. Quantas famílias a essa hora não devem estar pensando no que fazer para recomeçar. Elas já tinham tão pouco, e esse pouco foi consumido em minutos. Por isso, ao invés de pensar no que ainda não tenho, esse mês vou pensar no que eu tenho. E ser muito feliz por isso. Bom início de mês!

Anúncios

Checklist de fevereiro

FEVEREIRO

Gente, 2018 já começou sem delongas. Mal escrevemos nossos objetivos e ele já atropelou a gente e chegamos em fevereiro sem nem conseguir anotar a placa!

O mês que passou foi bem proveitoso. Foi um período para definir o que eu quero desse ano, as coisas que preciso fazer e traçar as metas para perseguir meus objetivos. Então, bora para meu checklist de fevereiro:

  • Reler minhas metas 2018 e ver o que andou ou o que preciso fazer para fazê-las andar;
  • Consolidar minha rotina de estudos para concurso;
  • Fazer todos os trabalhos pendentes do Teatro;
  • Separar as roupas para vender/doar/consertar;
  • Ver como o feriado do carnaval será aproveitado;
  • Fazer todos os exames pendentes e marcar médicos;
  • Planejar minha alimentação de fevereiro;
  • Organizar a papelada;
  • Organizar os armários da cozinha;
  • Escolher três pastas para reorganizar.
  • Terminar de ler os dois livros em andamento (falarei deles depois aqui no blog).

Acho que para esse mês é só isso! Quais as metas de vocês para este mês?

O que é um roadmap e por que fazê-lo

IMG_2337

Ano passado eu comecei a me aventurar pelo bullet journal e entre as minhas pesquisas de ideias, encontrei o Roadmap (vide foto). Esse recurso nada mais é que desenhar uma estrada, distribuir ao longo dela os meses do ano e anotar toda vez que acontecer algo muito legal em sua vida.

Pode parecer bobo, mas à medida que a gente vai registrando os acontecimentos, vai dando mais motivação para seguir os objetivos. Além disso, é uma forma de mostrar para nós mesmos o quanto realizamos ao longo de um ano.

Foi muito gostoso sentar no final do ano e olhar para tudo o que aconteceu durante 2017 e o quanto consegui realizar mesmo em um ano difícil para mim.

Eu gostei tanto da experiência que já desenhei meu roadmap de 2018. Espero realizar bastante coisa de novo! Tentem fazer um também! Não é preciso ser expert em desenho (o meu está bem tortinho), o importante é registrar os bons momentos e até os que não foram tão bons, mas que trouxeram aprendizagem e evolução.

Quem aí já fez algo parecido?

#BEDA.02 – Checklist de agosto 2017

large

Agosto chegou gente! O mês que tem 365 dias e seis horas! Estou mais perto do meu aniversário e isso me deixa animada. O ano está convergindo para o seu final e já está na hora de colocar a mão na massa para concluir alguns objetivos. Está sendo difícil, mas eu posso tentar fazer com que seja bom. E já consegui bastante coisa para colocar na lista da gratidão de 2017.

Mas, chega de delongas e vamos ao checklist:

  • Revisão dos meus objetivos;
  • Dar conta de todos as atividades da faculdade;
  • Ficar um pouco longe das redes sociais;
  • Cumprir com o cronograma estipulado para os estudos;
  • Conseguir fazer o BEDA;
  • Mandar o iphone para o suporte técnico;
  • Terminar de ler o livro que está em andamento;
  • Revisar a minha planilha de 101 coisas em 1001 dias e traçar metas para ela;

Então é isso! E que agosto seja incrível!

Como estou organizando as minhas metas de 2017

large-2

Alguém sabe me informar em qual momento eu dormi? Gente, já estamos quase no meio de janeiro! Como assim Brasil? Essa rapidez dos dias me fez refletir sobre como eu quero levar a minha vida e meus objetivos em 2017. Ano passado, não foi um ano de grandes realizações para mim. Não quer dizer que foi ruim, mas poderia ser muito mais interessante se eu tivesse me esforçado mais. Por isso, decidi mudar a estratégia para cumprir minhas metas desse ano. Estou aplicando o esquema SMART, em que a meta tem que ser detalhada da seguinte forma:

  1. Ser Específica (Specific). Por exemplo, você não pode ter como meta “comprar um carro”. A meta deve ser descrita como “comprar um Honda Civic, preto, 2017, automático, completo, à vista, em agosto”. Sua meta deve ser a mais específica possível!
  2. Mensurável (Mensurable). Como você vai saber se está chegando perto de cumprir a meta ou se está atrasada? No caso do carro, você precisa saber quanto custa o carro. Se ele custa, por exemplo, 80 mil reais. Quanto você precisa juntar até  agosto para conseguir alcançar a meta?
  3. Alcançável (Achievable). Esse item é o que as pessoas mais erram. E podemos tomar como exemplo o item anterior. Pensando hipoteticamente, se você tem um salário de R$2.000 líquidos e tem somente R$20 mil reais na poupança, responda: Como conseguirá comprar um carro que vale R$ 80 mil em oito meses? Só se ganhar em sorteio ou na loteria, não é mesmo? Pense sempre: a meta tem que ser alcançável! Não adianta eu querer juntar dois milhões em dois meses, que o máximo que vou conseguir é  me frustrar.
  4. Relevante (Relevant). Para termos gás para correr atrás da meta, a coisa precisa ter um sentido para nós. Por que eu quero um Honda Civic preto? Porque eu gosto? Porque eu acho bonito? Porque é mais confortável? Ou porque minha namorada ou namorado acha bonito? A meta tem que ser importante para VOCÊ.
  5. Prazo (Time). Sua meta tem que ter um prazo! No nosso exemplo, o prazo para comprar o carro é até agosto.

Se você conseguir encaixar a meta dentro desses cinco itens, com certeza ela será realizada! Manter o foco e nunca desanimar é muito importante também.

Outra coisa que estou adotando é: Não fale as suas metas para ninguém! Estudos comprovam que toda vez que você fala sua meta, ela não acontece. Portanto, só vamos falar sobre a meta quando ela estiver com o check verdinho!